sexta-feira, 1 de julho de 2016

A maléfica prática do aborto, segundo as Escrituras.




O ABORTO É UMA AGRESSÃO GRAVÍSSIMA A UM SER EM FORMAÇÃO, DESTINADO A NASCER, COMO TAMBÉM AO PRÓPRIO DEUS,  POIS INTERROMPE UM PLANO DIVINO PARA UMA VIDA, POIS ESTÁ ESCRITO QUE ATÉ OS CABELOS DE NOSSAS CABEÇAS ESTÃO CONTADOS.


“E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados”. Jesus, em Mateus 10:30

 Pra começar, vamos a uma pergunta bem sugestiva, mais propriamente aos cristãos:

“E se Maria, a santa em vida, a mulher de José, a mãe de Jesu tivesse abortado para esconder de seu marido a gravidez de Jesus?”

Se a santa, em vida, a mãe de Jesus tivesse optado pelo aborto, a grosso modo, nós estaríamos, ainda, nas trevas de Satanás (João 1:4-5)!  Só esse tema daria para se escrever vários livros com muitas páginas.

Eu, Waldecy Antonio Simões, internauta ativo na propagação da Palavra de Deus, pertenço a uma das 398 congregações pelo mundo que santificam o sábado como o Dia do Senhor, portanto somos os remanescentes que não aceitaram a subserviência ao papado romano de tantos erros. Siga o Link:

http://gospel-semeadores-da.forumeiros.com/t12521-todas-as-igrejas-que-guardam-o-sabado. 

“Ainda que o número dos filhos de Israel seja como a areia do mar, o remanescente é que será salvo”. Romanos 9:27


O aborto é uma afronta a Deus porque cessa um plano dele a respeito daquela vida interrompida.   Não importa que o aborto seja executado nos primeiros dias da concepção, pois o resultado será a cessação de uma vida futura já em fase de criação. Quem pratica o aborto está matando uma vida, quebrando todas as possibilidades do nascimento de uma vida futura e agredindo o Sexto Mandamento de Deus: "Não matarás".

Veja o plano de Deus para uma vida, na qual desde a concepção já há um plano com os códigos genéticos para cada vida:


“Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.  Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra.  Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia”. Salmos 139:13-16

  Se estudarmos a Bíblia, veremos que o preceito da liberdade de ação do homem está latente em todos os Livros. Gênesis nos mostra que o Criador colocou a árvore da vida em meio ao Paraíso para que fosse testada a fidelidade do homem e da mulher perante ele. Os Livros nos mostram que o homem foi criado para a salvação, mas por ter vontade própria de livre escolha  poderá amargar a bênção ou a perdição. Da mesma forma, Deus cria a vida, mas o homem pode interferir nisso ao praticar o aborto, matar, matar-se aos poucos com vícios e drogas ou suicidar-se, mas depois, na Hora da Justiça, no dia em que Jesus voltar, responderá amargamente por isso, se não se arrepender sinceramente e a tempo.



Não importam as razões do mundo com respeito ao aborto, pois perante o Senhor Deus é assassinato agravado pela impossibilidade alguma de defesa da vítima.

A Palavra do Senhor nos revela que um feto em formação já é uma criança de Deus, mesmo antes de nascer:

“ou, como aborto oculto, eu não existiria, como crianças que nunca viram a luz”. Livro de Jó, 3.16

“A mim me veio, pois, a palavra do SENHOR, dizendo: Antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci, e, antes que saísses da tua mãe, te consagrei, e te constituí profeta às nações”. Jeremias, 1.4.

“Pois tu formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe. Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem; os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado e entretecido como nas profundezas da terra. Os teus olhos me viram a substância ainda informe, e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nem um deles havia ainda”. Salmos, 139.13 a 16.

Quanto ao aborto, hoje em dia os legislativos de quase todos os países do mundo estão discutindo sobre o aborto e alguns povos já o aprovam livremente.  Os legislativos votam leis severas, mandando para a cadeia aqueles que matam ou comercializam animais silvestres, que caçam uma baleia ou mesmo que destruam ovos de tartaruga, mas, estranhamente, aprovam a morte de uma vida humana ainda no ventre de sua mãe. Coisas do mundo, mas não de Deus!

O embrião é um ser humano em formação e, segundo a Bíblia, já é uma vida.  O embrião é uma vida, quer tenha apenas um minuto de existência ou um mês.  Uma vida em desenvolvimento já é uma vida. Por isso, não se pode imaginar que a vida se inicia a partir de uma determinada etapa do desenvolvimento de um embrião, pois a vida se origina a partir da fecundação, reproduzindo-se as células de modo contínuo e gradual  até a formação da criança, em si. Pelo processo evolutivo do nascimento, a vida nasce no momento da união do elemento masculino com o elemento feminino, não havendo, como, depois, determinar quando nascerá a vida, pois já é uma vida em progressão.

O aborto é um tema muito discutido. Cada um interpreta da maneira como lhe convém, mas perante o Senhor Deus, o aborto é coisa abominável, seja para evitar que venham filhos ao mundo, e qualquer que seja outro motivo, trata-se de pecado grave, a não ser que haja a certeza de que o aborto será realizado para preservar a vida da futura mãe, ou em decorrência de outros procedimentos médicos de urgência, mas bem definidos clinicamente, e tais casos são raros.

Em maio de 2007, a Rede Record do “pastor cristão” Edir Macedo, o legítimo cardeal  ou papa da Igreja Universal do “Reino de Deus” fez uma campanha com uma atriz a favor do aborto, ao insinuar que a vontade de uma mulher valia mais do que uma vida. A vinheta televisada, assinada pelo Instituto Ressoar, da Record, mostrava uma atriz dizendo, como se estivesse inconformada: “Nós, mulheres conseguimos o direito ao trabalho, ao voto... por que ainda não podemos decidir o que fazer como o nosso corpo?”  É de pasmar até ao sábio cristão!  Certamente Satanás estava no corpo do Edir Macedo para ter conseguido agredir violentamente a Vontade de Deus e Senhor!

O Ricardo Frota, gerente nacional de comunicação da Record, na época, insistia que as vinhetas "não defendiam a legalização do aborto" e sim que promoviam "o respeito ao direito de liberdade de escolha da mulher", como se a vida de Deus pudesse ser contestada pelo desejo humano de escolha. Pelo direito de escolha, o  homem e a mulher podem optar pelo que quiserem, mas quando a vontade deles agride a Vontade de Deus, o Senhor, optam pela Maldição Futura.

E Jesus disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus”.  Mateus, 18.3.

“Não matarás”.  Decreto grave do Senhor, em Deuteronômio, 5.17. O tirar e o conceder a vida são prerrogativas de Deus.

Perante o Senhor Deus, o aborto não pode ser uma escolha pessoal. Se não é puro assassinato pela ótica dos homens, tenha a certeza de que o é pela Visão do Criador.

Se você praticou aborto, por não ter suficiente conhecimento da Vontade de Deus, não deve desesperar-se, pois Jesus disse que quem desconhece não peca.

“Se eu não viera, nem lhes houvera falado, pecado não teriam; mas, agora, não têm desculpa do seu pecado”.  Jesus, em João, 15.22.

Não adianta somente se confessar com um sacerdote católico ou ortodoxo, pois o homem não tem permissão para perdoar os pecados e nem de ser um intermediário entre o Senhor e o homem, muito menos perdoando seus pecados. Quando Jesus disse: A quem perdoardes os pecados esses lhe serão perdoados”, não se referia à confissão homem a homem, mas o Messias, nesse momento, repetia a concessão do legado de seu poder divino ao cristão real, quanto à realização de milagres e prodígios, pois quando Jesus curava uma pessoa, dizia: “Teus pecados te são perdoados”  Lucas 7:48.

Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Homem, estão perdoados os teus pecados. E os escribas e fariseus arrazoavam, dizendo: Quem é este que diz blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus? Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse-lhes: Que arrazoais vosso coração? Qual é mais fácil, dizer: Estão perdoados os teus pecados ou: Levanta-te e anda? Mas, para que saibais que o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados -- disse ao paralítico: Eu te ordeno: Levanta-te, toma o teu leito e vai para casa. Imediatamente, se levantou diante deles e, tomando o leito em que permanecera deitado, voltou para casa, glorificando a Deus. Todos ficaram atônitos, davam glória a Deus e, possuídos de temor, diziam: Hoje, vimos prodígios”. Jesus, em Lucas, 5.20.

Se tiver pecados, nunca procure um padre ou outro personagem humano, mas dirija-se diretamente ao Deus e Senhor. Na presença de Deus em seu próprio quarto, ore com contrição e ele o perdoará, e sua alma ficará branca como a neve, desde que persevere nos preceitos de Jesus, a partir de então e  procure fazer o bem, segundo Ezequiel 18:21 abaixo colocado.

O Evangelho nos revela que basta o arrependimento sincero do homem e a sua vida voltada ao Senhor para que todos os seus pecados sejam apagados do Livro da Vida, pelo menos enquanto persistir o arrependimento real, que requer uma nova vida de justo diante do Senhor:

“Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para que sejam cancelados os vossos pecados”.  Atos dos Apóstolos, 3.19.

“Também, de nenhum modo me lembrarei de seus pecados, para sempre”.  Hebreus, 10.17.

Abaixo, o meu texto preferido na Bíblia:

“Mas se o ímpio fizer penitência de todos os pecados que cometeu, se passar a guardar todos os meus preceitos e proceder com equidade e justiça, certamente viverá e não me lembrarei mais de nenhuma das iniquidades que praticou”. O Senhor Deus, em Ezequiel, 18.21,  nos mostrando que as penitências têm que acontecer aqui na Terra e não num lugar fantasioso, criado pelos homens do catecismo.

Senhor, aspergi-me com um ramo de hissope, e ficarei puro, lavai-me Senhor e ficarei branco como a neve”.
Lamentações de Davi, nos Salmos,   50.9  grego,   51  hebreu.  Se Davi, com seu alto arrependimento ficou branco como a neve, não teria de passar pelo fantasioso Purgatório católico.

O profeta de Deus, Isaías, também profetiza igual:

“Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a lã”.  Isaías, 1.18

Pra que exemplo bíblico melhor que o de Saulo de Tarso? Paulo, antes de ser escolhido por Deus para a evangelização dos povos, foi um injuriador, impiedoso, tenaz perseguidor dos filhos de Jesus, e até assassinatos aprovava, tal como o assassinato de Estêvão, mas ao chamado de Jesus, foi completamente perdoado, sem a interferência de homem algum. Portanto, nada de desespero, mas de muita fé e muita esperança, pois o arrependimento salva!

O Evangelho nos revela que o homem e a mulher convertidos têm de descartar o passado de pecados e passar a preocupar-se apenas com seu futuro cristão:

Irmãos, quanto a mim, não julgo ter alcançado a perfeição, mas uma coisa eu faço: esqueço-me das coisas que ficaram para trás e vou avançando para as coisas que estão diante de mim”.  Filipenses, 2.13.

“Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro”. Isaías, 43.25.

Ore em ambiente fechado com a cara no chão pedindo a Deus graça e coragem para enfrentar tudo quanto deve ser enfrentado, seja por um aborto consolidado no passado, seja por um estupro consolidado com gravidez, seja para uma gravidez indesejada por problemas financeiros e seja por qualquer outro motivo, pois se houver fé no o Senhor, ele suprirá as suas necessidades básicas segundo o aumento das despesas.   Louve e agradeça ao Senhor Deus porque ele não age com mesquinhez, mas tudo o que faz é grande e, principalmente, não nos trata segundo as nossas transgressões. Lembre-se da Parábola do Filho Pródigo, em Lucas 15:11.




Waldecy Antonio Simões    walasi@uol.com.br

Todos os meus escritos são livres para publicações, desde que os textos não sejam alterados.

Abaixo, meus blogs com diversos assuntos bíblicos:














http://ainfalibilidadedospapasewabsurda.blogspot.com.br/



























                                                          


























































 Waldecy Antonio Simões. walasi@uol.com.br

Todos os meus textos são livres para publicações, desde que os textos não sejam alterados

Eu sou a voz que clama na Internet.


 “Então, no Reino do Pai, os justos resplandecerão como o Sol”.  Promessa de Jesus, em Mateus, 13.43